Páginas

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Artigo Minissaia

Curto para chamar a atenção,

cobre todo o assunto

e instiga a imaginação

  1. Após minhas críticas a administração do Hospital Nossa Senhora da Conceição tive a oportunidade de encontrar alguns amigos da lida financeira do nosocômio e estes externaram seus pensamentos sobre meu artigo. Foi interessante a reflexão levada aos mesmos. De fato a parte financeira do HNSC está de boa a melhor já que a dívida que chegava a R$ 4.000.000,00 no início da gestão, hoje não ultrapassa R$ 300.000,00 o que é normal para uma instituição deste porte. Relativamente a administração médica o exame de consciência foi ainda melhor, já que o atendimento está excelente e as pessoas não mais tem reclamação alguma. Fico imensamente feliz em ter levado aos esculápios a este momento reflexivo e ter tido tão bons resultados. Em que pese isto ter me acarretado uma interpelação extrajudicial valeu apena para a sociedade de Pará de Minas e demais cidades da região que necessitam dos serviços médicos do HNSC.

  2. A primeira reunião da Tribunal Popular de Pará de Minas nos bairros Serra Verde e Jardim das Piteiras II foi um sucesso! Parabéns ao seu idealizador Geraldo Medina que conseguiu reunir lideranças no local e fortalecer a representatividade daquela Associação de Bairro. Dia 20 de fevereiro retornaremos para ver os resultados. Já no dia 24 de fevereiro estaremos no Bairro Santos Dumont para continuarmos o trabalho de fortalecimento daquela Associação de Bairro deixando o microfone livre para as reivindicações da comunidade. Nesta primeira reunião sentimos a falta de um representante da Prefeitura. Mas certo que no Bairro Santo Dumont (maior 'colégio' eleitoral da cidade) não vão faltar autoridades e pessoas interessadas na solução de eventuais problemas que serão apresentados.

  3. Preocupada com o engrandecimento da sociedade de Pará de Minas e região a Fapam continua brilhando na apresentação de novos cursos e vestibulares. TODOS RECONHECIDOS ANTECIPADAMENTE PELO MINISTÉRIO DA CULTURA - MEC. As inscrições vão até o dia 5 de fevereiro. Não percam esta oportunidade oferecida! As informações podem ser no próprio site: www.fapam.edu.br. Orgulho-me de ser professor nesta instituição de ensino tão dedicada. Parabéns a diretoria e a mantenedora Confraria Nossa Senhora da Piedade.

  4. Deixo publicamente registradas algumas lágrimas: Zilda Arns, Haiti, vítimas das chuvas.

  5. De tão providenciais preciso plagiar as palavras de Luiz Viana David no seu blog: “O vice-prefeito Mansur anuncia obras para melhorar o tráfego de veículos nas ruas da cidade. Ouço e não consigo me calar: pelo visto vão passar batom numa boca cheia de dentes estragados, jogar fora dinheiro que não está sobrando. Para consertar o trânsito no centro da cidade algumas medidas impopulares devem ser tomadas: 1ª - lotações não passarão mais pela rua Direita; 2ª - estreitar a pista da rua Direita, consequentemente alargando os passeios, eliminar o estacionamento de carros, transformando a via em aprazível calçadão, arborizado e com bancos pro povo sentar; 3º - transformar rua Dr. Higino, quarteirão entre a praça Chico Torquato e rua Direita, em calçadão; 4º - transformar o lado impar da praça Padre José Pereira (do santuário) em calçadão; - 5º - incentivar a iniciativa privada a construir prédios/garagem; 6º - cargas e descargas serão permitidas no centro apenas das 7 horas PM até 8 horas AM (sete da noite às oito da manhã). Fora isto, tudo que se fizer será enxugação de gelo. A prioridade deverá ser sempre o pedestre e não os veículos. Para ser sincero, a impressão que eu tenho é a de que a administração “franco-porfiriana” jamais teve -nem tem- um projeto para o trânsito da cidade. Após 10 anos de poder absoluto, fizeram quase nada neste setor. Não será agora, quando caminha (a administração) para seu epílogo que promoverão as drásticas e necessárias mudanças. Mas o contribuinte, este otário, pagou religiosamente todos os ipevêas a que teve direito.” Endereço do Blog: http://luizvianadavid.blog.terra.com.br/

  6. Correição judicial: agora Pará de Minas já sabe o que é! É o momento onde todos podem LIVREMENTE externar para o juiz, advogado, promotor, delegado e outros membros do poder judiciário as suas reivindicações. Em uma participativa audiência correicional, na terça-feira passada a justiça abriu suas portas e as pendências, elogios e demais fatos foram postos na mesa. Certos que agora o poder judiciário, ao menos em Pará de Minas, haverá de – no que foi apresentado – procurar dar a melhor atenção aos seus cidadãos.

  7. O Sambódromo Francisco Olivé Diniz ou Sambódromo Chicão já está sendo preparado para o carnaval. Acabou-se em definitivo com o carnaval de rua de Pará de Minas. Bom ou ruim, a administração bateu a mão na mesa e fez o que melhor entendeu para a população. Somente após o evento poderemos aquilatar se a comodidade valeu a pena.

  8. PIADA PRONTA: Transitava eu pelos corredores de um fórum quando um magistrado me interpelou: “Olha só que erro ortográfico grosseiro temos nesta petição.” Li estampado logo na primeira linha do petitório: "Esselentíssimo Juiz". Gargalhando, o magistrado me perguntou : “Por acaso esse advogado foi seu aluno na Faculdade?” “Foi sim” – Fui obrigado a reconhecer. Mas questionei onde estava o erro ortográfico a que o magistrado se referia. O juiz pareceu surpreso: “Ora, meu caro, acaso você não sabe como se escreve a palavra Excelentíssimo? Então fui obrigado a explicar: Se o colega Advogado desejava se referir a excelência dos seus serviços, o erro ortográfico efetivamente é grosseiro. Entretanto, se fazia alusão à morosidade da prestação jurisdicional, o equívoco reside apenas na junção inapropriada de duas palavras. O certo então seria dizer: "Esse lentíssimo juiz"

7 comentários:

Flávio Marcus da Silva disse...

Comentário sobre o item 2: É muito importante que Pará de Minas fortaleça suas associações, seus movimentos sociais, culturais, etc, para que a democracia se fortaleça na cidade. É muito importante que essas associações promovam cursos, encontros, palestras, seminários, etc, conscientizando a população para a necessidade de uma união de bases em defesa dos interesses públicos.

Theo Amaral disse...

Gostei da piada. Rir pra não chorar...rs
E sobre passar batom numa boca cheia de dentes estragados, essa é a impressão que temos sobre a administração pública, onde, de uma forma geral, os serviços são feitos mal e porcamente somente nos fins de mandato. Depois da eleição, volta tudo na estaca zero, e o ciclo continua.
Coisas de Brasil.

Flávio Marcus da Silva disse...

Com relação ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, tenho muita esperança que com a atual equipe administrativa uma linha de ação séria e racional consiga vencer os entraves que há muitos anos dificultam a vida de quem precisa do Hospital. Graças a Deus parece que os bons resultados já estão aparecendo, embora eu ache difícil vencer a ambição desmedida e o desejo de poder de alguns médicos, interessados mais em seus ganhos privados do que no ser humano que, muitas vezes fragilizado, acaba sendo tratado como um ser desprezível, desprovido de sentimentos (eu mesmo já fui vítima desse tipo de atendimento em Pará de Minas). Sou filho de Pará de Minas, nasci no Hospital N. Senhora da Conceição, meus dois filhos nasceram na Maternidade do Hospital N. S. da Conceição (não tenho nada a reclamar do atendimento), minha prima é obstetra e trabalha na Maternidade, mas sinto que o atendimento humanizado (igual para todos) ainda não é uma realidade no Hospital, embora as mudanças estejam acontecendo e sejam já perceptíveis. Lembro-em que quando minha esposa engravidou, nas duas vezes, muitas pessoas me perguntaram por que eu não a levava para BH, e eu dizia que eu tinha confiança no médico dela e também na Maternidade do HNSC, onde minha prima trabalhava (e ainda trabalha). Sei de muitos pais que não fizeram o que eu fiz por terem medo do Hospital. Eu não tive medo. Minha esposa também não. Mas de certa forma minha posição é privilegiada (o médico da minha esposa foi indicado pela minha prima, que era coordenadora da Maternidade na época). E os outros? Eles estão tendo o mesmo tratamento? Já ouvi muitas reclamações sobre maus atendimentos, imperícias, grosserias até, mas espero que sejam exceções, resquícios que serão logo superados pela administração do Hospital.

Sabrina Noureddine disse...

Somente com o fortalecimento da sociedade e o entendimento que as pessoas podem mudar seus destinos e não ficar esperando que "os políticos" mudem é que teremos um país melhor!!!
Excelente saber que a sociedade está se mobilizando, aprendendo, reclamando e procurando soluções!!!
Lembrando que até legitimidade para propor ação consumerista uma associação de bairro possui...
Abs.

Anônimo disse...

Bom dia muito bem estruturado página , adorei muito, secalhar poderiamos tornar-nos amigos de blog :) lol!
Tirando as brincadeiras o meu nome é João, e assim como tu escrevo na internet se bem que o tema principal da minha página é muito diferente de este....
Eu escrevo blogues de poker sobre bónus grátis sem teres de por o teu capital......
Apreciei muito aquilo li aqui!

Anônimo disse...

Ola tenho um filho de 5 anos ele nunca fico com o pai dele o meu filho so viu o pai dele 3 vezes quando eu morava em sp isso e o meu filho tem 5 anos agora moro no rj tem 3 anos e o pai dele q leva pra passear agora ele fala pra mim q vai leva ele e n vai devolver,dai fui no forum e dei entrada pra ele pode leva ne, mas tenque me devolver la no forum me deram um papel pra mim manda pra ele assinar passando a guarda pra mim caso ele n assine o q vai acontece..? Ele n ta pg pensao faz 3 meses??

Ronaldo Galvão - Advogado disse...

sobre filho de 5 anos:
penso que as medidas mais importantes foram tomadas com a ida do fórum. Agora seu advogado deverá tomar conta de tudo.
quanto ao não pagamento da pensão, basta executar.
ainda oriento no sentido de após a assinatura do termo passando aguarda para você, certifique-se que o pai do menor tenha ciência plena de quem é a guarda e esteja - assim como você - orientado por um bom advogado!
Boa sorte